Congressos Paulistas de Bethéis - COPABE

Com o objetivo de aproximar os Bethéis paulistas, estimular a união e compartilhar experiências, surgiu a ideia de organizar um Congresso onde as meninas pudessem se unir ao compartilhar suas vivências nas Filhas de Jó. Os COPABEs marcaram os corações de incontáveis Filhas, Membros de Maioridade, tias e tios ao longo das décadas, cada uma dessas memórias estará para sempre registrada em seus corações, junto com as lições de vida que o tema de cada evento os proporcionou.

         

Há quase 20 anos, em São José do Rio Preto, o primeiro Bethel de São Paulo, com quase dois anos de fundação na época, enfrentou o desafio de sediar um evento para unir os membros da nossa organização. O primeiro COPABE aconteceu em outubro de 2000. Naquela ocasião, o B01 escolheu a Amizade como tema para o evento. A amizade é um sentimento concreto, cheio de abstrativos, é o porto seguro que escolhemos nas horas que mais precisamos, é o encontro mais sincero que duas pessoas podem ter. A nossa Ordem nos fornece a oportunidade de cultivar esse sentimento todos os dias, não só dentro dos nossos próprios Bethéis, mas para além disso também e os COPABEs se tornaram grandes símbolos desses encontros. Afinal de contas, ser Filha de Jó é, também, ser uma amiga leal e verdadeira.

         

Nos anos seguintes, essa tradição foi continuada pelos demais Bethéis paulistas: em 2001, o Bethel 02 de Assis trouxe como tema a Solidariedade. Essa palavra tão pequena que representa tanto, que pode ser definida como um ato de bondade e compreensão ao próximo. Talvez esse seja o sentimento que melhor expressa o respeito pela dignidade humana, e com certeza é o valor que mais agrega no caráter de alguém.
 

Em 2002, o evento foi sediado novamente pelo Bethel 01 de São José do Rio Preto e nessa oportunidade as meninas escolheram falar sobre "Iniciação e Consciência". Ao longo da vida, nós iniciamos infinitos ciclos e é necessário ter responsabilidade e comprometimento em cada um, seja qual for o papel que estamos desempenhando ao longo da nossa jornada.
 

Em 2003, o Bethel 06 de Santos trouxe o lema: "Liberdade, Igualdade e Fraternidade". Imortalizado pela Revolução Francesa, que posteriormente viria a ser considerada a revolução mais importante da modernidade, as caiçaras do B06 nos mostraram como esses valores devem andar lado a lado para construir um mundo mais justo e harmônico.
 

Em 2007, o Bethel 03 de Ibitinga marcou a história do nosso estado com o seu lema: “Somos anjos de uma asa só, precisamos do outro para voar”. As nossas Estrelas de Ibitinga trouxeram à tona a importância da coletividade e da união em nossa Ordem. Após um longo período sem COPABEs, esse Congresso superou todas as expectativas das Filhas paulistas, as que já haviam participado antes puderam matar a saudade e as que haviam iniciado após o recesso dos COPABEs tiveram a oportunidade de experienciar o que é um verdadeiro encontro de Filhas de Jó. Esse fim de semana foi impresso nos corações e mentes das meninas que tiveram o privilégio de participar. As festas, amizades, palestras e, sobretudo, a mensagem que esse tema tão especial trazia, nunca serão esquecidos.
 

Em 2008, o Bethel 07 de Santos trouxe o tema: “Do nosso mini mundo, para o mundo”, como uma forma de relembrar as Filhas paulistas que tudo o que aprendemos dentro desse nosso universo branco e roxo não deve se manter aqui. Não somos Filhas de Jó apenas em nossos Bethéis, usando o robe e lendo o ritual; somos Filhas de Jó todos os dias em nossas vidas diárias. Fazer parte dessa Ordem é uma honra e um privilégio e temos o dever de compartilhar isso com o mundo, a fim de torná-lo um lugar melhor.


Em 2009, o Bethel 09 de Campinas nos lembrou que “Se você pode sonhar, você pode realizar”. As meninas nos mostraram que por mais impossíveis e distantes que nossos sonhos possam parecer, nós podemos realizá-los se mantermos nossa retidão e perseverança, porque os sonhos se tornam realidade através do esforço e só ele cria a mudança.
 

Em 2010, o Bethel 13 de Tupã trouxe o tema: "Não fique só assistindo o espetáculo já vai começar!", um tema super criativo que abordava a importância de colocar a mão na massa e escolher ser parte da mudança, trabalhado de uma forma única e especial que se tornou inesquecível para todos. Nós devemos ser a mudança que queremos ver no mundo, não é mesmo?
 

Em 2011, o Bethel 15 de Piracicaba, escolheu o tema: “O mundo em nossas mãos”, que propunha discutir ética e cidadania, valores fundamentais de nossa Ordem. Uma Filha de Jó é preparada para lidar com uma série de situações comuns que competem a vida profissional de qualquer um, desenvolvemos nossa eloquência, nossa inteligência emocional, a capacidade de lidar com opiniões divergentes e ainda assim não deixamos de ser tão normais quanto qualquer adolescente. Nós erramos e caímos e é para isso que somos preparadas, mas acima de tudo estamos prontas para superar nossas adversidades e fraquezas. O B15 reuniu tudo isso daquele jeitinho que só elas sabem fazer e realizaram um lindo Congresso.
 

Em 2012, o Bethel 14 de São Paulo nos convidou a embarcar no trem da vida com o tema "TREM DA VIDA: Embarque nessa com a gente!", e nos lembrou que somos os maquinistas dos nossos próprios trens, podendo sempre trilhar novos caminhos... Em 2012 quando nosso destino foi o X COPABE, fizemos uma parada inesquecível e somamos muitos vagões ao nosso trem. O B14 provou para SP, que quanto mais elos construímos, maior é o trem e quanto maior é o trem, maior é a sua força e mais longe ele pode chegar!

Em 2014, o Bethel 02 de Assis mais uma vez foi responsável mais uma vez por um COPABE, e o tema foi: “Filhas de Jó por um mundo melhor”. O Congresso tinha como objetivo discutir como nós podemos aplicar os valores que são transmitidos em nossa Ordem para tornar o mundo um lugar melhor. Como todo COPABE, reuniu muita diversão e aprendizado e propôs uma reflexão essencial para os membros de nossa Ordem.

Em 2016, o Bethel Jurisdicional de São Paulo realizou em Arujá o XII COPABE. O tema foi: “Se me faltar um dos sentidos, que me sobre o amor!”, para lembrar a todos que mesmo com a falta dos cinco sentidos sensoriais, o amor não pode faltar, pois é ele que rege os demais sentidos, preenchendo suas ausências, completando o ser. O amor é um sentimento de dedicação absoluta, sem qualquer outro interesse que não seja fazer o bem, sem jamais desejar algo em troca. O amor fraternal valoriza a confiança mútua. Onde há amor, os relacionamentos são tranquilos e afetuosos, duradouros e estáveis, profundos e compromissados. Portanto, quando faltar algum desses sentidos, não necessariamente por uma condição patológica, mas em situações que nos fechamos a opiniões alheias por falta de saber ouvir ou quando não queremos ver o que é preciso, a lição que o BJ nós ensinou foi: cabe a nós promovermos esse amor, sem preconceito ou limitação, pois assim seu verdadeiro significado será aplicado.

 

Em 2018 foi a vez do Bethel 22 de Jundiaí, que através do tema “Tenho em mim todos os sonhos do mundo, Filha de Jó não sonha só”, nos ensinou que sonhar é um recurso criativo da natureza do ser humano. É a partir dos sonhos que criamos nossas aspirações para o futuro e, por isso é muito importante saber identificá-los e valorizá-los. Assim como Mãe Mick sonhou com as Filhas de Jó Internacional, nossa missão é fazer com que esta prospere, estendendo os braços ao próximo a fim de compartilhar nossos sonhos e fortalecer nossos laços. Cada uma de nós tem os seus próprios sonhos: em nossas vidas acadêmicas, profissionais, pessoais... Mas, quando estamos juntas, todos esses nossos sonhos se encontram dentro do Bethel e refletem todas as ações que realizamos enquanto membros dessa linda Ordem. Nós temos um sonho em comum, que é alcançar cada vez mais crescimento para as Filhas de Jó Internacional. Nosso Bethel é começo, meio e fim. É o alicerce sobre o qual construímos nosso caráter. É o lugar capaz de nos ensinar a identificar nossos sonhos, nos mostrando o caminho para persegui-los e trazendo a recompensa quando os alcançamos. O melhor de todas as nossas realizações nesse mundo branco e roxo, é poder olhar ao nosso lado e perceber que temos amizades leais e verdadeiras para comemorar e compartilhar cada conquista.

Por fim, em 2020, o Grande Conselho Guardião e o Grande Bethel de São Paulo tiveram a honra de encerrar esse ciclo com o "COPABE Virtual: A despedida". Um ciclo de Congressos cheio de aprendizado, diversão, amizade, solidariedade, encontros, sonhos e principalmente, amor.